sábado, 27 de junho de 2009

Participação da equipa (Mação)

Marcaram presença: João Valério e Renato Valério*
* Atleta convidado em representação da Zona 55 Bike Team
Duração do passeio: 3 Horas
Distância percorrida: 38kms
Nos passeios nocturnos o mais giro são as alterações efectuadas nas bikes para acolherem os dispositivos de iluminação. As nossas alterações:
VAG> Para trás: 1 dispositivo de leds (vermelho); Para a frente: 2 lanternas de leds no guiador + 1 lanterna de leds na cabeça (tipo mineiro).
ORBEA> Para trás: 1 dispositivo de leds (vermelho); Para a frente: 1 lanterna de leds no guiador + 1 lanterna de leds na cabeça (tipo mineiro) + 1 foco de leds na suspensão (ligado a 1 bateria).
O Carlos Lopes, apesar de inscrito não correu por problemas de saúde. No entanto deslocou-se ao Mação para dar uma força ao Renato e a mim (Valério). Pela 1.ª vez calhou-me o n.º 1 num evento de btt, sem ter feito por isso.

Compareceram ao passeio cerca de 70 atletas, de entre as equipas presentes e só mencionando algumas, estiveram presentes: Zona 55 Bike Team, A Lareira/Claro Estores, BTTrupe, BTT Sardoal, BTZ Mação ...


Antes de se iniciar o passeio, o Vítor fez algumas recomendações aos atletas.

Partida dos atletas.

Os primeiros 10kms foram percorridos em alcatrão, até à localidade de Chão de Codes.
Logo no 1.º km a 1.ª desistência. Feminina. Não estava habituada a estas andanças.

E eis a 2.ª surpresa do passeio. Um cervejeiro bttista. Reparem no pormenor dos copos da imperial no bolso do jersey e no bidon de 5L de imperial agarrado ao quadro da bike.

Com tanto peso não eram fáceis as subidas. O Nuno Inácio ía dando uma ajudinha.


Chegada a Chão de Codes.

O alcatrão estava a acabar bem como a luz do dia...

Ao fundo o meu foco de luz já se notava.
Mais uma subida a preparar os atletas para a derradeira subida às eólicas.

Conforme havia sido combinado com a Organização, eu e o Renato mantivemo-nos a fechar o último grupo de bttistas dando ajuda e indicações na direcção a tomar (às vezes) enquanto o Vítor liderava um pouco mais à frente. Aqui ajudando a Anita.

Sensivelmente a meio da longa subida às eólicas na Serra dos Bandos.

Começava-se então a descer, em direcção a trilhos empedrados. No nosso grupo ninguém furou!

Já na ZA lá no alto, o grupo de que fazíamos parte "engrossou" para 13 elementos.

O abastecimento estava razoavelmente bem composto de alimentos e público.

A imperial era por conta da equipa A Lareira/Claro Estores.

Após um ou outro atraso e algumas quedas pelo meio, lá íamos seguindo de regresso ao Mação.

Já à chegada à meta, onde constámos que os 30 kms afinal foram 38.

O passeio não teve contagens de tempos nem classificações, uma vez era só puro divertimento.

A Organização do Mação Total, em troca da inscrição (gratuita) ofereceu uma t-shirt alusiva ao evento, dorsal e ainda uma bela ceia de porco no espeto bem regado... e estava uma delícia.

O grupo que a Zona 55 Bike Team levou até ao Mação foram os primeiros a encontrar o porco! Pessoal da Organização, façam mais passeios nocturnos e principalmente a este preço...
Texto: Valério****** Fotos: Valério, Sofia e Bruno (A.C.R. Chão de Codes)

quinta-feira, 25 de junho de 2009

A Taça - Regresso ao Passado

Num feedback até ao dia 29 de Março de 2008, realizou-se nessa data o "1.º Passeio BTT Páscoa Viva", em Vila Nova da Barquinha, numa organização dos bombeiros locais. Depois de alguma contestação do nosso atleta face à classificação, onde inicialmente havia sido dado como 2.º classificado, foi depois revista e entregue a taça ao digno vencedor na distância de 25kms ao João Abrantes, que arrecadou assim o primeiro troféu e logo com um 1.º lugar, ganho por um elemento da Zona 55 Bike Team, a escassos 3 dias da equipa fazer os seus 2 meses de vida. Finalmente e após muita insistência para disponibilizar uma foto com a taça, eis que chega 14 meses depois. Mais uma vez aqui ficam os merecidos parabéns.


quarta-feira, 17 de junho de 2009

Participação da equipa (Torres Novas)

PASSEIO DE BTT DA ESCOLA MANUEL FIGUEIREDO
Marcou presença: Tiago Bernardo
Distância: 30kms
Realizou-se no dia 17 de Junho o Passeio de BTT da Escola Manuel Figueiredo (E.M.F.), com a participação de 60 alunos e 6 professores daquela escola. O Tiago Bernardo, uma vez que é estudante ali, aproveitou para estrear o seu jersey e foi com muito orgulho que representou a nossa equipa.

O passeio teve início na E.M.F. e o seu percurso envolveu as freguesias de Adofreire e Pedrógão, havendo sido realizado num ambiente super divertido e pleno de emoções, culminando com um banho retemperador na Ribeira, no Rio Almonda.

Este passeio teve como objectivos, além do factor da condição física e da confraternização entre todos os participantes, também o factor ambiental, o contacto com a natureza e a sua preservação presente e futura.

O numeroso grupo de alunos/participantes, teve sempre o apoio incondicional dos professores e entre-ajuda. As paragens foram diversas para não "estourar" os menos habituados.

Mais uma paragem com bastante animação.

Em Pedrógão com a Serra D'Aire ao fundo, onde os participantes não chegaram a ir devido ao terreno bastante exigente, mesmo para os mais "pros".

A assim nos despedimos do 1.º passeio da E.M.F.. Até para o ano.
Quem quiser ver um pequeno video de 10 minutos referente a este passeio, aceder: http://www.youtube.com/watch?v=Hnsu3Kwi9Gk
Fotos: E.M.F./Texto: Valério

sábado, 13 de junho de 2009

4.º Down Hill Urbano de Abrantes

Foto Report do 4.º Down Hill Urbano ( DHU ) de Abrantes.
Decorreu no dia 13 de Junho de 2009 o 4.º DHU de Abrantes e eu, mais uma vez estive presente, como não podia deixar de ser...

Enquanto experimentava a bike do "Rato" sem a devida autorização, o Mário Baeta afinava a bichinha de Cross Country na tenda que possuía de apoio mecânico aos interessados.

Estas fotos da Zona 1 (Z1), ainda durante os treinos (de manhã). Zona de partida junto ao Parque Radical, abaixo do Castelo de Abrantes.

A meu ver e segundo opiniões que fui ouvindo junto da assistência, o percurso desta edição era bem menos espectacular, com poucos saltos e quem optava por eles sujeitava-se a perder alguns segundos em vez de os ganhar...

Face aos obstáculos e depressões que se encontram na cidade de Abrantes, talvez o percurso escolhido não seja o mais espectacular ou o melhor para os atletas.


A Z2, quanto a mim a mais espectacular, com bastante afluência de público.



























Reportagem: J. Valério

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...