sábado, 5 de outubro de 2013

Reportagem Flash (Extreme Zone Bike Shop)

Em especial para os torrejanos e no geral para todos os bêtetistas da região ou arredores, que já conheciam esta loja há alguns anos a esta data localizada na Quinta de Entre Águas, junto ao Centro de Saúde de Torres Novas, concerteza devem-se ter apercebido de que havia encerrado portas e o respectivo espaço tem estado vazio desde há alguns dias a esta parte.

O motivo é fácil de explicar. O proprietário da Extreme Zone, João Tiago, decidiu deslocalizar a sua loja!

Foi no dia 05 de Outubro que a loja Extreme Zone Bike Shop reabriu as suas portas ao público, agora com nova localização na EN243, Loja A, na localidade de Videla (mesmo junto ao nó de Torres Novas da A1/A23). Respondendo ao convite que nos foi feito, estivemos presentes para dar uma força ao nosso amigo João Tiago e, claro, comprar qualquer coisa para "molhar" a loja.

Nestas novas instalações, o espaço é consideravelmente maior, com mais montras e os artigos mais bem distribuídos pela loja. Trata-se de um edifício composto de rés-do-chão e 1.º andar. O exterior da loja possui duas enormes montras muito atractivas visualmente, onde foram criados ambientes relacionados com o btt e neles integradas bicicletas.

Entrando na loja, do lado direito encontramos o balcão de atendimento.

Em frente demos algumas bicicletas em exposição e ao fundo um outro balcão de atendimento e acesso à zona de assistência mecânica/oficina. Como não podia deixar de ser numa festa de abertura, os clientes/visitantes tiveram à sua disposição uma mesa com alguns doces e salgadinhos, bem como, umas bebidas para ajudar a empurrar.


 Todos os clientes que visitaram a loja no dia da sua inauguração e compraram algo, tiveram direito a algumas lembranças e também a um cartão de desconto de 10% em compras durante 1 ano.

 Ao centro do espaço no rés-do-chão temos uma escada de acesso ao 1.º piso da loja.

O espaço a nível do piso térreo é bastante agradável e está bem organizado visualmente, dispondo de forma harmoniosa e fácil de detectar os diversos produtos à venda.

 No 1.º piso encontramos mais uma zona de exposição, dedicada exclusivamente às bikes e aos capacetes.

Do piso superior temos uma vista privilegiada sobre a área de entrada.

Desafiamos-vos a visitar esta "nova" loja Extreme Zone e aqui deixamos os nossos melhores desejos de felicidades e boa sorte para o João Tiago e para o seu novo espaço comercial.

Texto e fotos: João Valério

Participação da equipa (Cascais/Lisboa)

Este ano a nossa equipa decidiu participar em mais um desafio, desta feita, o Bike Maratona EDP. Foram cerca de 37 kms em percurso praticamente plano, de Cascais (junto à Câmara Municipal) até ao Parque Expo, com passagem pela Ribeira das Naus. Sempre junto ao rio, naquela que, para nós, é considerada a mais maravilhosa estrada da Europa - a estrada da Marginal.


Depois de uma semana chuvosa que insistiu em lavar bem o percurso, o dia amanheceu limpo e solarengo, pondo de parte qualquer desculpa ao ciclista mais descuidado na preparação. Não havia razões de queixa, tudo organizado com o maior rigor e ao pormenor, desta feita, não havia mais nada a fazer que não fosse, dar ao pedal com a força que tínhamos e alguma que às vezes já não tínhamos.
O João Guerra e o Pedro Lourenço foram os ciclistas de serviço, desta feita, com as fininhas de roda magricela. O nervosismo da primeira vez numa prova desta natureza manifestava-se bem, mas a adrenalina do desafio faz maravilhas.

Os primeiros dois quilómetros faz-se atrás do carro de controlo, depois, após a saída do mesmo junto ao Casino do Estoril e ao estilo “safety car”, a partir daí é só dar gás e esperar que as pernas não nos atraiçoem, o percurso é de facto maravilhoso e respirar a plenos pulmões a brisa do mar é algo que nos aquece a alma.
O ambiente é fantástico, o apoio que o público nos vai dando permite dar algum alento quando as rodas começam a ficar pregadas ao chão. A passagem por Oeiras faz-se a 50 kms/h numa altura em que a vontade de parar na esplanada a olhar o mar já era quase irresistível, mas, como sempre, os desafios são para levar até ao fim e o incentivo do público faz-nos sentir uma espécie de Rui Costa, com algumas pequenas diferenças é certo, mas com o espírito todo.

O trecho junto à praça do comércio faz-se com os dentes a bater, não que faça frio, mas porque passar o pavimento em empedrado a 35 kms/h é coisa para assustar até um ciclista de BTT.
A chegada estava bem organizada, embora tivesse voltado do malogrado empedrado que, nesta altura, já começa a causar alguns danos. Chegámos ao sprint (se assim se pode dizer) com o calor do público a puxar pela malta, o controlo de chegada registou um 25º lugar para o Pedro e um 37º lugar (7.º na classe) para o João, a 56´ e 59´respectivamente.


Uma experiência a repetir, sem dúvida uma pequena aventura, com muita, mesmo muita, adrenalina!

Voltaremos para o ano com toda a certeza!
Classificação geral absoluta: http://www.fullsport.pt/cronometragem/78/Classificação%20Geral%20Absoluta.pdf

Texto: Pedro Lourenço
Fotos: David Gonçalves (Zona 55)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...