terça-feira, 1 de maio de 2018

Participação da equipa (Golegã)

Representação a cargo de:
20km - Abílio Bernardo, Cristina Guerra, Sofia Lopes.
35km - Carlos António, João Guerra, João Valério, Pedro Silva, Rui Almeida, Samuel Nabiça

Tratou-se de um passeio guiado, por uma causa solidária apelidada de "Vamos ajudar o Fraquito", a favor do Luís Jejum. E como somos um grupo de causas, até porque foi por conta de uma que nos fez juntar e tornar-nos no que somos hoje, como não podia deixar de ser... estivemos representados em grande número!

Os primeiros a chegar trataram de levantar os dorsais para os restantes elementos do nosso grupo.

O nosso pessoal foi chegando à hora combinada e lá nos fomos reunindo para uma manhã de btt em dia feriado, conhecer alguns trilhos novos na "vizinha" Golegã, confraternizarmos e, mais importante que tudo, ajudar numa boa causa!


Desta vez tivemos o privilégio da companhia de 2 meninas da nossa equipa, a Cristina e a Sofia, que participaram na distância dos 20km.


Para grande surpresa nossa, os trilhos que nos esperavam eram em parte do percurso utilizado para a competição internacional X-Terra, que este ano ali havia tido lugar, pelo que se esperavam dificuldades.



Antes do briefing, oportunidade para a nossa foto de grupo com o Luís Jejum.


O Luís Jejum mostrando as cores do Núcleo Sportinguista da Golegã.

A partida foi dada com algum atraso face ao anunciado, mas também ninguém estava preocupado com isso, o pessoal queria era ir andar de bicicleta.


Depois da partida seguiram-se algumas centenas de metros por ruas do interior da bonita vila da Golegã, antes de nos fazermos aos trilhos de terra batida.


Finalmente em terra batida, reconhecemos de imediato alguns caminhos que fizeram parte da 2.ª etapa da Rota dos Castelos 2015, evento por nós (Clube de BTT Zona 55) organizado.


Face aos últimos dias de chuva que anteciparam o evento, apanhámos algumas poças de água e pequenos ribeiros a transbordar, o que criou algumas filas para que todos pudessem passar em segurança e sem pressas.


As dificuldades começaram um pouco adiante, com inúmeras e inclinadas descidas e trilhos técnicos, diria mesmo que nunca participei num passeio de btt de tão curta distância que me tivesse custado tanto... fisicamente.


Já as escassos quilómetros da meta e nos últimos lanços de terra batida no interior da Reserva Natural do Paúl do Boquilobo, as marcações que até ali não havia estado grande coisa, pioraram! Enganámos-nos algumas vezes, mas por fim tudo se resolveu. Após o final, os banhos foram no parque de campismo da Golegã, porém aproveitámos a companhia alargada dos nossos elementos e fomos almoçar juntos a um restaurante local, ao invés de nos juntarmos ao restante pessoal e almoço da Organização deste evento.


ÁLBUNS FOTOGRÁFICOS
Urbina Varela


Créditos à reportagem
Texto: João Valério
Fotos: João Valério, Urbina Varela 
Vídeo: Clube de BTT Zona 55

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...