domingo, 18 de março de 2012

Participação da equipa (Santarém)

 Link da Organização aqui.
Representação a cargo de:
João Guerra - 35 Km

Classificações (parciais) 35km:

1º 01H25M02S Leonel Canelas (Tó-Bikes)
2º 01H28M57S Diogo Sampaio (Águias de Alpiarça)
3º 01H30M58S António Eloy (Individual)
10º 01H45M24S João Guerra (Zona 55 Bike Team)
87º 04H23M39S Último (Indivídual)

Classificações gerais: 35km/60km


18 de Março de 2012 véspera do dia do pai, mais um magnífico dia de BTT, inserido nas festas de S. José da cidade de Santarém e muito bem organizado pelos nossos amigos do MAC – Moçarria.


O João Guerra não podia faltar a este evento por várias razões, em primeiro por ser esta a sua terra natal e em segundo por ter sido na Moçarria onde há alguns anos atrás, o nosso atleta se iniciou em eventos desta modalidade, tendo concluído a maratona dos 80 Km num honroso 10º lugar da geral (quantos eram, isso agora não interessa nada…).

Pena foi que, uns dias antes o Joneuore tenha ido parar ao Hospital por consequência de uma cólica renal, o que o levou a optar pela distância mais curta (35 km).
O início desta maratona correu dentro da normalidade, com a entrega de dorsais, controle 0 e partida a decorrerem sem atrasos.
A este evento compareceram cerca de 180/190 Bttistas, repartidos pelas duas distâncias.
A partida, mais uma vez e como já vem sendo hábito, deu-se a grande velocidade e os atletas a fazerem os primeiros kms dentro da cidade sempre em redline.

O percurso estava muito bem marcado com fitas e cal no chão, mesmo para os que fizeram esta maratona em velocidade supersónica, não havia razões para enganos.



Os trilhos foram muito bem escolhidos, nos 35 km apenas um single track mas os estradões fizeram-se muito bem e nos 60 km pelo que me foi relatado e também porque já tive oportunidade de os fazer posteriormente à realização deste evento, tinham vários singles espectaculares, entre eles “A Rota do Fakir”, um single muito bacano e conhecido pela maioria dos Scalabitanos.



Os abastecimentos ou o abastecimento que encontrei sensivelmente a meio da prova, foi dos melhores que encontrei até hoje, pelo menos em assistência, com muitas pessoas do staff a solicitarem a nossa paragem e a oferecerem alimentos e bebida mesmo em andamento, o que é claro que sem saber bem porquê (até porque não tinha nenhum concorrente directo/Z55BT na minha roda), mais uma vez não parei.
A chegada à meta depois de uma subida de 2ª categoria (digo eu) e com cerca de 2 kms. Tranquilo e com a sensação que deveria ter feito mais alguns kms, pois na minha cabeça ainda pairava a ideia de que não tinha gasto todas as calorias ingeridas em excesso durante a semana.

A confirmação do 10º lugar da geral e 1º Vet. B nos 35 kms, foi feita de imediato, pena foi que não pude estar presente na entrega de prémios e deste modo ter ficado sem a t-shirt do 1º lugar e a respectiva medalha para mais tarde recordar.
Os três primeiros da geral dos 35 kms.


Os três primeiros Veteranos B dos 35 kms, onde nenhum dos atletas compareceu à entrega de prémios e onde no lugar mais alto do pódio deveria estar o Joneuore.
O almoço e a entrega de prémios decorreram no ginásio da antiga Escola Prática de Cavalaria, onde eu não pude estar presente, mas pelo que sei o almoço estava bom (mas não sei qual foi a ementa, por isso o bom é relativo).
As medalhas dos atletas premiados (uma das quais eu penso receber brevemente, héhéhé...).


O balanço final é positivo (nota: 7/10). Parabéns à Organização! O percurso estava muito bem marcado, o staff foi 5*, sobretudo nos abastecimentos. O público também saiu à rua para nos ver, por isso é assim: EU GOSTEI, E PARA O ANO PODEM CONTAR COMIGO NOVAMENTE!
Créditos à Reportagem
Textos: João Guerra
Fotos: Zona 55 Bike Team, MAC e Adriano Cruz.
Vídeo: Clube BTT Zona 55 (brevemente)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...