quarta-feira, 4 de agosto de 2010

João Leal vence 5.ª Volta a Portugal Juniores



     O padrinho da nossa 1.ª Maratona Zona 55 – “Na Pegada do Dinossauro”, o jovem torrejano João Tiago Cancela Leal, em representação da equipa Crédito Agrícola/Alcobaça (Clube de Ciclismo de Alcobaça), sagrou-se vencedor da 5.ª Edição da Volta a Portugal de Juniores, constituída por 3 etapas, disputadas entre 30 de Julho e 01 de Agosto de 2010, terminando com o tempo total de 07H50m48s., que lhe terá servido de prenda de aniversário atrasada, uma vez que comemorou as suas 17 primaveras no passado mês de Julho.


     Na 1.ª etapa decorrida entre Sangalhos e Vale de Cambra numa distância de 109kms, o João Leal obteve o 1.º lugar com 02H58m57s com uma média de 36,547km/h, sobrepondo-se ao 2.º classificado, Jacobo Ucha (C. C. Spol Caixa Nova), que ficou a 2min.22seg., ficando desde logo na posse da camisola amarela.

     Já na 2.ª etapa, com partida e meta colocadas em Gandra (Paredes), com uma extensão de 98,2kms, o João Leal viria a classificar-se no 8.º posto com o tempo de 02H30m33s, a 56 seg. do 1.º classificado, seu colega de equipa Rafael Reis, que fez o tempo de 02H29m48s, no entanto não foi suficiente para retirar a camisola amarela ao J. Leal.

     Apesar de ter partido com uma vantagem confortável para a derradeira tirada, João Leal viu a liderança em perigo no último dia, quando Carlos Ribeiro (Silva & Vinha ADRAP) após encetar uma fuga, pedalou cheio de garra para tentar a vitória parcial e o triunfo na geral, vindo a arrecadar o 1.º lugar da 3.ª etapa, que foi composta por uma distância de 96,6kms, ligando Guimarães a Moreira de Cónegos, com a incrível média de 41,758km/h para um tempo final de 02H18m48s, vindo a dar 2 min. e 19 seg. de avanço ao J. Leal, o que viria a não se revelar suficiente para lhe retirar a camisola amarela, para a qual tanto lutou durante as 3 etapas.

     Nas contas finais, o ciclista da equipa Silva & Vinha/ADRAP, Carlos Ribeiro, alcançou o primeiro objectivo no último dia, mas não o principal. Bateu Rui Rodrigues (ASC/Vila do Conde) na disputa da 3.ª etapa, mas na soma final de tempos acabou por ficar a 43 segundos de João Leal, subindo, ainda assim, ao segundo posto da geral.

     A corrida foi totalmente dominada pelo Crédito Agrícola/Alcobaça, que não deixou escapar nenhuma classificação. Ganhou colectiva e individualmente, e ainda juntou a esses triunfos os sucessos na juventude e na montanha, por intermédio de João Leal, nos pontos e nas metas volantes, através de Rafael Reis.

     "Agradeço à minha equipa, em especial ao Rafael Reis, que hoje me ajudou muito. Se não fosse ele, se calhar teria perdido a camisola amarela. Na próxima época continuo no Crédito Agrícola/Alcobaça, que considero a melhor equipa de formação", disse o nosso “padrinho” e vencedor da Volta.

Informações divulgadas por: UVP/FPC (Federação Portuguesa de Ciclismo)
Texto: João Valério (Clube de BTT Zona 55)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...