sábado, 8 de março de 2008

Passeio de Sexta-Feira

Deu-se o início ao passeio já com um atraso considerável (30 min.), desta feita alinharam 8 atletas. Estreou-se o João Menino aos comandos de uma bike no mínimo original, desprovida de suspensões e com uma pintura estilo rócócó, cedida pelo amigo "Ferrugens". Compareceu também o Bernardo pela 2.ª vez mas hoje fazendo-se passear numa bike mais virada ao puro e duro estilo Down Hill.

À saída de Torres Novas cruzámo-nos com uma bike de competição do século passado, mais concretamente de 1951, cujo atleta de momento se encontrava a preencher o boletim do IRS.

Desta vez o pessoal optou por levar equipamentos diferentes para confundir os milhares de fãs que se encontravam junto aos trilhos como é possível verificar nesta foto!

Devido ao atraso... ao chegarmos à ribeira esta já havia secado!

Às portas de Berlim... do Boquilobo.

O João Menino todo orgulhoso com a sua bike ofuscante!!!

Na subida mais exigente do percurso o pessoal mostrava arrependimento por não haverem desejado ovos com bacon e Terras D'El Rei ao pequeno-almoço.

Afinal o treino do Fuzil (à frente designado por João Esteva) na sua nova BH não foi suficiente... e malharam os dois na ribanceira... muito por culpa da esteva que em cima da hora decidiu atravessar o trilho com o sinal vermelho!

Os atletas que seguiam atrás do Fuzil, após assistirem horrorizados à queda brutal deste, optaram... e muito bem, por fazer a descida apeados, uma vez que as estevas andavam muito irrequietas.

Como não podia deixar de ser, o Fuzil todo orgulhoso ostentava as feridas provocadas pelas garras do urso pardo que o havia surpreendido há escassos minutos no meio da floresta...

Na pausa para a bela da sande encontravam-se Zé Santos, Rui Ferreira e João Guerra.

Descontraídamente os atletas trocavam experiências pessoais enquanto faziam uma espera ao urso pardo!

O repórter fotográfico sempre a tentar captar o lado mais atlético do pessoal.

Face ao esforço dispendido os atletas já se questionavam se haviam sobras de sandes... o melhor era pedalar na direcção do almoço!

Já no regresso e com o pensamento no bacalhau com natas...

Os atletas comemoravam o facto de só o Fuzil ter sido atacado pelo urso pardo!

Enquanto uns já comiam... o Zé Abrantes (mais conhecido por Zé Costela) agradecia a refeição ao todo-poderoso (e também por não ter partido o resto do "teclado").

A fome era tanta, tanta, mas tanta, que no final até o azeite e o vinagre marcharam! A desidratação estava estampada nos seus rostos.

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...