domingo, 9 de outubro de 2011

Participação da equipa (Montemor-o-Velho)

Representação a cargo de:
80km - David Gonçalves e João Valério

Após todo o trabalho exigido pela 2.ª Maratona levada a cabo pelo Clube de BTT Zona 55, que manteve ocupados a quase totalidade dos nossos elementos, este foi o evento que marcou o regresso da equipa aos eventos semanais, depois de um pequeno interregno de 2 semanas. 

Chegámos cedo, cerca de 1 hora antes do início da prova, tendo ainda tido tempo para beber um cafézinho logo à entrada de Pereira. Após o levantamento dos kits no secretariado, que foi bastante organizado e rápido, que se encontrava localizado a cerca de 1,5km da zona do check in, logo nos dirigimos para lá. Existiam 2 entradas para os participantes: BB40 e BB80 (provas BlackBulls 40km e 80km).

Os participantes da Zona 55, ambos a correr nos 80kms, foram integrados no primeiro grupo a arrancar, pelas 09H30 (conforme anunciado), já os participantes nos 40km só viriam a partir pelas 09H40. Esta foi a forma achada mais conveniente pela Organização.

O início da prova foi algo conturbado, pois no meu caso (Valério), um outro atleta vindo de trás do meio do maranhal e cheio de pressa, logo aos 500mts. encavalitou o guiador no meu e ainda por cima gritava: "Então? Então?...", mas após escassos metros lá se normalizou a coisa e o pessoal lá ía seguindo.

À entrada para a terra batida, eis que o BMW X6 (Pace Car) à sua passagem ía levantando uma poeira dos diabos, deixando o ar irrespirável, bastando já o pó que o enorme pelotão só por si fazia, foi assim que seguimos por cerca de 1km.

Daqui para a frente o pelotão pouco a pouco foi-se desmembrando, sem grandes pressas pois a distância a percorrer ainda era longa e havia que poupar energias.


O David Gonçalves mostrou logo desde o início que os seus treinos diários não são só fogo de vista, impondo desde logo um bom ritmo.

Por sua vez, o João Valério regressava às grandes distâncias com um mês de treinos (ou a falta deles) para esquecer, além dos quilitos a mais. A gestão do esforço nos primeiros 30kms, apesar de aparentemente correcta, não seria suficiente para sucumbir ao desgaste físico.



Os kms foram-se passando e o fosso cavado pelo David Gonçalves para o João Valério começava a ser enorme. Até à separação dos percursos, aos 33kms, os trilhos foram bastante rolantes, permitindo boas médias e quase sem exigência técnica. A partir daqui começavam os sobe e desce.

As ZA foram autênticos banquetes. Quase nada faltava: laranjas, melâncias, bananas, bolos, isotónicos, águas, enfim... tudo excelente. Até ao km 39 sempre em grande número as ZA.


As marcações também estiveram ao melhor nível que conhecemos, senão no topo. Fitas, setas, cal, pessoal nos cruzamentos, enfim, do melhor que já vimos!


O aparecimento de zonas técnicas davam agora desvantagem ao David Gonçalves para o João Valério, mas o esforço acumulado deste último e a evidente falta de treinos viriam a traí-lo, com o aparecimento das malogradas caimbras, abrandando-lhe bastante o ritmo. Entre os kms 40 e  61km foi outra guerra, face à inexistência de ZA durante os sobe-e-desces por dentro de pinhal



A cerca de 6km do final, o David Gonçalves "rebocava" um outro atleta, numa zona bastante rolante junto aos canais do Mondego, que se prolongava até à meta.



O David terminaria com 50min. sobre o Valério, com mais 10min. do que o previsto por este último, que apesar das dificuldades sentidas, não desistiu e lutou até ao fim contra as caimbras.

Na zona de chegada uma excelente recepção com a oferta de produtos da Gold Nutrition adequados, algum público e uma passadeira vermelha no chão...

Após os banhos, na zona do secretariado, com óptimas instalações para o efeito, era hora de arrumar as trouxas e rumar mais alguns escassos kms até à zona de almoço. 


O almoço que nos calhou apresentou-se moderadamente bem confeccionado. Sopa género "da pedra" (sem a dita) e arroz feijão com carne, bem regado com a imperial da ordem.

Já não fomos a tempo de assistir à entrega de prémios mas ainda tivemos oportunidade de encontrar o Vitor Gamito, que amavelmente se prontificou para se juntar a nós numa foto.


Resumindo, este foi um evento que aconselhamos a todos os apaixonados pelo BTT, principalmente aos que gostam de eventos numa vertente mais competitiva. Diríamos que esta organização esteve quase imbatível, não fossem pequenos pormenores facilmente ultrapassáveis.



CLASSIFICAÇÕES:
1.º - Tiago Ferreira (BTT Seia) - 03h21m26s
2.º - Nelson Sousa (Team Bike Space / Ledachem) - 03h26m34s
3.º - Nuno Oliveira (Pernalonga) - 03h41m39s
32.º - David Gonçalves (Zona 55 Bike  Team) - 04h37m12s
56.º - João Valério (Zona 55 Bike  Team) - 05h27m08s
73.º - Último - 06h10m30s
Ver a Lista Geral clicando sobre a distância correspondente: 40km / 80km.

Créditos:
Fotos - Zona 55 Bike Team, BTT Lovers, Alberto Martins, Carlos Araújo, Mendonça, Fausto Ramos e Victor Nóbrega.
Filmagens - Zona 55 Bike Team.
Textos - João Valério.

1 comentário:

aabner58 disse...

Find out what you need to know in this simple yet comprehensive guide. The cost is only $4.99, about the same as you would spend for a large coffee and donut.
california bankruptcy

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...