domingo, 17 de abril de 2011

Participação da equipa (Charneca da Peralva)

Classificações Gerais
(clicar abaixo)
(40km)
1.º  - 01H57'13" - Guilherme Marques (individual)
2.º - 01H58'00" - David Gonçalves (Zona 55 Bike Team)
12.º - 02H07'58" - João Valério (Zona 55 Bike Team)
14.º - 02H08'15" - João Guerra (Zona 55 Bike Team)
49.º - 03H17'43" - Último

(25km)
1.º - 01H33'29" - Carlos Oliveira (Trialmos)
63.º - 03H00'26" - José Luís Rosa (Zona 55 Bike Team)
83.º - 04H20'30" - Último

O Zé Luís foi o primeiro a chegar, depois chegou o Tufo, de seguida o J War e por fim o Lebre, que com a pressa até atascou o carro... é que ainda tinha de ir à procura de umas silvas!

Vimos por lá esta Berg alvo de tuning equipa com motor ao estilo mobilette. 

Os cerca de 130 inscritos foram chegando a pouco. O Tufo levou a GoPro Hero HD (na foto o pequeno aparelho fixado no guiador) para sacar umas imagens, já que o tempo estava propício. 

O Lebre posicionava-se na partida.
Foto de grupo, da esquerda para a direita:
Pedro Lourenço (ind.), Luís Vicente (100Ritmo), J. War, Tufo, Lebre e Zé Luís (Zona 55).

A partida atrasou uns minutos, mas nada de especial, deu para melhorar a confraternização.

Mais uma foto dos nossos elementos participantes na distância de 40km.

Deu-se inicio à partida, com o Lebre, J. War e Tufo a tomarem desde logo lugar no grupo da frente.

A prova viria a ser uma luta sem precedentes entre J. War e Tufo, que haviam jurado não dar tréguas entre si, conforme já vem sendo hábito desde a fundação da Zona 55.

O Zé Luís, tomou uma postura mais descontraída, com o objectivo de desfrutar dos trilhos.

O Lebre era o único elemento da Zona 55 a garantir presença no restrito grupo da frente, com cerca de 5 atletas a rodarem separados por escassos metros entre si. 

J. War e Tufo seguiam cerca de 5 min. mais atrás, trocando frequentemente de posições classificativas entre si, integrando também um grupo com cerca de 6/7 atletas.

Os trilhos eram bastante rolantes e permitiam fazer médias muito rápidas sem grande esforço.


Zé Luís  

Lebre

Tufo

J. War

Novamente o Zé Luís


Foram proporcionadas zonas técnicas bastante espectaculares.


O Zé Luís preparava-se para reabastecer.  


A Organização realizou um trabalho excelente no que tocou à escolha de trilhos, pois ofereceu-nos bonitos e rápidos single tracks naturais...

... mas também alguns abertos propositadamente para este evento.




Na última separação dos 25km/40km, os atletas da distância maior eram surpreendidos por uma passagem bastante técnica entre um eucaliptal, zona de grande espectáculo onde só faltou algum público para dar maior alento aos participantes.



Que quedão... felizmente sem consequências graves (segundo conseguimos apurar), ao contrário do nosso amigo Zé Bitoque (RHC Motos/Bikes), que a escassos 100 metros da meta, num derradeiro sprint pelo pódio, viria a ver a sua roda da frente escorregar, levando-o a voar por cima da bike, sofrendo uma queda em que teve diversas escoriações e um corte no sobrolho direito provocado pelo capacete que se partiu.

Zona de meta, onde minutos antes o Lebre havia garantido o 2.º lugar da geral nos 40kms.

Cerca de 10 a 15 minutos depois cortaram a meta o Tufo e o J.War separados entre si por menos de 1 minuto, tendo desta o Tufo levado a melhor.

À nossa chegada tínhamos entre o público uma claque da Zona 55: O Zé Abrantes e a Inês, que trajavam a rigor com as cores da Zona 55, tendo aproveitado para trazer as suas bikes para treinarem um pouco. Na foto de grupo só ficou a faltar o Zé Luís, que naquele momento ainda não havia chegado.

E para terminar mais um belo dia de prática de btt, seguiu-se o almoço: uma deliciosa sopa de legumes, porco no espeto com batata frita e salada, rematada com arroz-doce.

 Depois de almoço seguiu-se a entrega de prémios e estávamos esperançados de ver subir ao palco o Lebre para receber uma lembrança pelo 2.º lugar, no entanto, a Organização optou por presentear só os 1.ºs e últimos lugares (masculinos e femininos), bem como equipa mais numerosa, atleta mais velho e mais novo.

De uma forma geral os trilhos eram bons e bem marcados, salvo uma ou outra marcação menos boa. Os banhos foram de água fria, mas o calor que se fez sentir amenizou essa situação. Também foram disponibilizadas 2 mangueiras com expressores para a lavagem de bikes.

Finalmente conseguimos apresentar reunir condições para apresentar o nosso vídeo... desta feita a objectiva não embaciou, o cartão SD HD de 8GB e a bateria tiveram capacidade para aguentar a prova até praticamente até final e o ângulo de captação foi o correcto. O video abaixo foi captado pelo Tufo (Valério) com uma GoPro HD (ver + info aqui) instalada no avanço do guiador com um suporte próprio. A montagem dos vídeos e a produção do filme estiveram também a cargo do Tufo, tendo sido utilizado o programa Cyberlink PowerDirector 9. Esperamos que gostem e deixem alguns comentários. Abraço.


Reportagem- Textos: Tufo / Fotos: Meia Pedalada, Foto Mariné e Zona 55 Bike Team / Vídeo: Tufo.

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...